REVITALIZAÇÃO URBANA – OSASCO

Revitalizando com base no passado

Localização

Osasco - São Paulo - Brasil

Área

150.000 m²

CONCEITO

A revitalização de uma área pública parte da apropriação espacial pela população local e regional. Esta reconquista urbana deve incorporar demandas físicas e sociais em consonância com as referências históricas de Osasco. Deve ainda compreender como às tecnologias e referências futuras podem contribuir com a organização cultural e espacial da Av. Antônio Agú. Assim, a essência da proposta parte da compreensão de todo o centro como um local carregado de referências que necessitam ser respeitadas e novamente lembradas. A intervenção proposta busca estimular a diversidade de usos e pessoas sem alterar o caráter comercial da avenida. A nova cobertura qualifica o espaço urbano e se converte em objeto espacial tridimensional que se relaciona com o Mercado Municipal, a Praça Marques do Herval (antigo Largo dos Operários), a Catedral Santo Antônio e a estação de Osasco.

A cobertura é uma construção ancestral e um ato construtivo em sua essência, define espaços, hierarquias e fluxos. Sua inserção no delicado espaço urbano, parte de um elemento modular metálico (8×24 metros) com uma estrutura extremamente esbelta e leve. Seu desenho com perfis tubulares de seção de 3” compõem pilares e vigas treliçadas funcionando tracionadas para máximo aproveitamento da capacidade estrutural do material. Os pilares foram posicionados próximos a linha de palmeiras existentes, com vão de 24 m para minimizar seu impacto no fluxo de pessoas.

O mobiliário urbano proposto busca criar uma identidade própria e para isso foi utilizado também o tijolo como elemento determinante. Este, além de fácil manutenção e um objeto resistente a vandalismos. Foi criado um módulo base de banco com dimensões de 55x55x55 cm o qual pode ser composto de diversas formas de modo a criar variações conforme a necessidade. Assim, o banco pode ser rearranjado para a criação de arquibancadas, palcos para shows (indicamos este uso perto dos mastros) ou mesmo disposições lado a lado ou formação em 360°. As lixeiras foram baseadas no mesmo modulo com vazio central em chapas de ferro para fácil manutenção e limpeza. Também os bebedouros, com altura de 0,90 m para acessibilidade universal, foram criados em tijolo. Todos estes elementos recebem ainda iluminação Led em sua parte inferior. Serão estruturados em estrutura metálica com cantoneiras em ferro fundido para grande durabilidade.